7.12.2006

(c) Carlos Paredes, Mestre Carlos Paredes


Não estou bem certo, mas foi seguramente entre 91 e 94. A Aula Magna, com lotação esgotada, recebia uma vez mais (creio até que pela última vez) o Mestre Carlos Paredes.
Já marcado pela doença que o acompanharia até à morte fisica, o Mestre entrou com visivel dificuldade amparado pela mulher Luisa, companheira e cúmplice da sua arte. A fragilidade aparente marcava o seu ritmo de entrada em palco, diante duma sala interira que, de pé, aplaudia o Mestre de forma impressionante.
Carlos Paredes sentou-se, agradeceu, pediu desculpa pela demora na entrada e abraçou a guitarra, percorrendo-a de forma carinhosa com aquelas mãos enormes e desajeitadas que o seu infinito talento domara.
Durante cerca de uma hora ouviu-se a sua música e a sua respiração forte. Durante cerca de uma hora Carlos Paredes ofereceu-me a sua imortalidade e o seu génio. Para sempre, fico-lhe grato. Apetece-me ouvi-lo de novo...
.
.
.
PS - imperdível o magnífico tributo de Pedro Jóia a Carlos Paredes

8 comentários:

Marinhoto disse...

Meu caro Filipe, este é mais um post do qual te deves orgulhar.

Compreendo o que sentiste quando, na Aula Magna, ouviste (e viste) o grande virtuoso que foi o Carlos Paredes... Eu não tive essa possibilidade, mas lembro-me muito bem do que senti quando o vi num memorável concerto que teve lugar no salão de festas da Promoel, no nosso S. Pedro de Moel...
Nesse concerto esteve ele (ainda com muita saúde, felizmente), a sua inseparável guitarra e a sua companheira, e cúmplice, Luísa.

Que deliciosa noite aquela meu caro amigo! Jamais a esquecerei, acredita...

Hoje nada mais poderemos fazer que ouvir a sua música e recordá-lo...
Por isso aqui estou a agradecer-te pelo post e pela lembrança

Zé Lérias disse...

Também os vi e ouvi (Paredes e Luísa) há já uns bons anos no "nosso" Operário.
Quem os trouxe até cá foi o meu saudoso amigo Dr. Cardona.

Que bons tempos esses em que, ingenuamente, alguns de nós acreditávamos que a verdadeira cultura tinha pegado de estaca!...

Zé Lérias disse...

Save Malak Ghorbany from Death by Public Stoning in Iran.... ¡¡sign the petiton please!!

http://www.PetitionOnline.com/Malak/

rouxinol de Bernardim disse...

É magnífica esta atitude de homenagear este grande homem! Gostei muito do blog cheio de musicalidade e reflexo do espírito criador do seu autor. Visita-me e dá uns palpitres. Gosto de gente com carisma!

Joao Soares disse...

Sem dúvida..Carlos Paredes é um Mestre e muito inovador!
Comprei o DVD Movimentos Perpétuos...fascinante registo video e fonografico!
Gostei do seu blogue...
Será também bem-vindo ao Bioterra (já tem mais de dois anos de actividade blogueira!).

Ecoabraços

Anónimo disse...

Well done!
[url=http://vqiydlmx.com/iuqf/fqmy.html]My homepage[/url] | [url=http://wggbyzmj.com/swlf/gzjv.html]Cool site[/url]

Anónimo disse...

Great work!
My homepage | Please visit

Anónimo disse...

Great work!
http://vqiydlmx.com/iuqf/fqmy.html | http://gpfoxcyz.com/ptea/dllv.html