12.21.2005

(c) Coral S.O.M.

Em tempos o Sport Operário Marinhense teve um grupo coral. Foi para mim uma honra e um privilégio ter feito parte do seu naipe de tenores, uma experiência única e a repetir (em dia e hora a designar). Grande parte da minha modesta formação musical deve-se a essa participação e à superior regência da maestrina Paula Coimbra, a qual desenvolveu na Marinha Grande um trabalho notável, primeiro no Coral SOM e mais tarde no Coral EmCanto.
Seria interessante se a Marinha pudesse ter de novo um grupo coral.
Fernando Lopes Graça e José Gomes Ferreira "deram" a música e a letra, gerações de coralistas têm dado a voz;

ACORDAI

Acordai
acordai
homens que dormis
a embalar a dor
dos silêncios vis
vinde no clamor
das almas viris
arrancar a flor
que dorme na raíz

Acordai
acordai
raios e tufões
que dormis no ar
e nas multidões
vinde incendiar
de astros e canções
as pedras do mar
o mundo e os corações

Acordai
acendei
de almas e de sóis
este mar sem cais
nem luz de faróis
e acordai depois
das lutas finais
os nossos heróis
que dormem nos covais
Acordai!

2 comentários:

Nuno Marques disse...

"memórias" década de 80.

também para mim um adolescente na altura, foi muito importante essa experiência coral.
bons tempos passados na sala de ensaios do Operário.

hasta siempre

Anónimo disse...

necessario verificar:)