12.28.2005

(f) Fado


Fado da Outra Margem
letra e música: F. Gomes


dum lado o cais
do outro lado a cidade
a noite cai por fim
e os corpos sem vontade
a vida passa e corre
e o medo de perder
faz transformar as almas
sem nada p’ra dizer

dorme-se a sono solto
cala-se a raiva vencida
de mais um dia passado
duma causa perdida
há vidas que são dramas
há horas que são dias
não há loucos nem sãos
só há sombras vazias

ai de mim, sem te ter, sem poder
encontrar-te aqui
seria, como um pobre vagabundo
sem amar-te um segundo
era morrer sem ti


a noite mal dormida
vai dar lugar à alvorada
caminham sonolentos
p'ra mais uma jornada
a cidade não espera
a vida também não
faz-lhe falta o tempo
para parar e dizer não

3 comentários:

Nuno Marques disse...

hasta siempre

Café da Praia disse...

Boas Entradas!.........

Anónimo disse...

mesothelioma support and information!
[url=http://www.mesothelioma-support.org/]mesothelioma settlement[/url]